Início Universidade Calourada Solidária da UFSCar arrecada mais de 450 mechas de cabelo para...

Calourada Solidária da UFSCar arrecada mais de 450 mechas de cabelo para doação

72
0
COMPARTILHAR
Campanha solidária envolve doação de perucas para pacientes com câncer. Foto: Zaira Zafalon

Campanha resultou na confecção de 78 perucas, que serão doadas a pacientes com câncer do Hospital Amaral Carvalho

Em 2017, a Calourada Solidária promovida pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) arrecadou o total de 452 mechas de cabelos, que serão utilizadas na confecção de perucas a serem doadas a pacientes com câncer. A iniciativa, idealizada e organizada pela professora Zaira Regina Zafalon, do Departamento de Ciência da Informação (DCI) da Universidade, teve início em março no escopo das atividades de recepção dos novos estudantes da UFSCar – a Calourada 2017 – e realizou sua última ação no mês de maio, em São Carlos. “Ao todo, conseguimos 19,5 quilos de cabelo, o que equivale à confecção de 78 perucas. Além disso, foram 69 pessoas envolvidas diretamente na ação, além de uma escola de cabeleireiros e mais seis cabeleireiros profissionais voluntários, que auxiliaram no corte das mechas”, contabiliza Zafalon.
A iniciativa da UFSCar mobilizou vários setores da Universidade – além do próprio DCI, os departamentos de Engenharia Civil (DCiv), Computação (DC), Psicologia (DPsi), a Pró-Reitoria de Graduação (ProGrad), o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGCI), a Coordenadoria de Comunicação Social (CCS), assim como a Atlética e a Bateria UFSCar. Também contou com apoio externo do Centro de Voluntariado Universitário (CVU). Segundo a docente, a ação conjunta entre comunidade e Universidade foi essencial para superar o número de mechas arrecadadas no ano passado, que foi de 350. Agora, as perucas serão doadas para pacientes do Hospital Amaral Carvalho (HAC), de Jaú. “Nesta edição, o envolvimento da Atlética e do Centro de Voluntariado Universitário fizeram de fato a diferença para que o resultado fosse maior do que o ano passado. Isso nos mostra que o coletivo sempre faz mais, pois trocas de experiências em grupos auto-organizados enriquecem qualquer ação”, defende ela.
De acordo com a professora da UFSCar, muitas pessoas querem colaborar com causas sociais e, por vezes, não sabem como. Nesse sentido, a ação promovida pela UFSCar é motivadora. “Campanhas solidárias são um incentivo para que cada um encontre em si um motivo para se identificar com causas coletivas. Promover atividades com este fim significa criar oportunidades para que as pessoas reflitam sobre o próximo e troquem energias positivas”, afirma Zafalon.
Sendo assim, além de proporcionar benefícios aos pacientes, a campanha é uma forma de conscientização entre a comunidade acadêmica da UFSCar, especialmente junto aos novos alunos. “O ingresso na universidade é muito competitivo. Entendemos que promover ações solidárias trazem à tona a ideia de que, apesar de os alunos terem se destacado individualmente para iniciar a vida acadêmica, eles também devem enriquecer suas experiências pessoais por meio da coletividade e da colaboratividade”, conclui a professora.
As fotos da Calourada Solidária 2017 promovida pela UFSCar com suas diversas ações podem ser acessadas na página do evento no Facebook (http://bit.ly/2na54Bu). Mais informações sobre o trabalho realizado pelo Hospital Amaral Carvalho (HAC) estão em www.amaralcarvalho.org.br.