Início Política Pós-graduação em Fisioterapia da UFSCar comemora 21 anos de história

Pós-graduação em Fisioterapia da UFSCar comemora 21 anos de história

87
0
COMPARTILHAR
Pós-graduação em Fisioterapia da UFSCar comemora seus 21 anos. Foto: CCS-UFSCar

Programa foi recentemente avaliado com conceito máximo de excelência internacional pela Capes

No dia 9 de outubro, o Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia (PPGFt) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) comemora seus 21 anos de história. Para celebrar a data, serão realizadas palestras sobre temas relevantes e atuais relacionados à pós-graduação na área.

No Brasil, o PPGFt da UFSCar foi o primeiro programa na área a ofertar os cursos de mestrado, com início em 1997, e de doutorado, que começou em 2002. O Programa tem por objetivo oferecer condições acadêmicas necessárias para que o aluno adquira um repertório teórico e metodológico que o torne apto a exercer as atividades de docente de nível Superior e pesquisador. Na última avaliação quadrienal (2013-2016) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), divulgada recentemente, o Programa recebeu conceito máximo (7), considerado, portanto, de excelência

internacional. “É uma importante conquista que completa a comemoração dos 21 anos do Programa. Essa avaliação consolida nossa atuação e comprova nossa excelência”, celebra Patricia Driusso, vice-coordenadora do PPGFt. Para ela, a experiência e qualidade dos docentes, o planejamento de toda a equipe do Programa e o alto nível das pesquisas são os fatores responsáveis pelo resultado obtido.

A abertura do evento de comemoração dos 21 anos do Programa terá início às 10 horas, no Anfiteatro Bento Prado Júnior, na área Norte do Campus São Carlos da UFSCar. Ao longo do dia serão abordados os seguintes temas: “Inovação tecnológica e pesquisa em Fisioterapia”, com Antonio Eduardo de Aquino Júnior, docente da Universidade de São Paulo (USP, campus de São Carlos); “Perspectivas de avaliação para o quadriênio 2017-2020”, apresentado por Rinaldo de Jesus Guirro, professor USP, campus de Ribeirão Preto; e “Estratégias da ABRAPG-Ft [Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Fisioterapia] para impulsionar a pós-graduação em Fisioterapia”, conduzido por Carlos Marcelo Pastre, docente da Universidade Estadual Paulista (Unesp, campus de Presidente Prudente) e presidente da ABRAPG-Ft. Para encerrar a atividade, a professora Tânia de Fátima Salvini, do Departamento de Fisioterapia da UFSCar, fala sobre a “Pós-graduação em Fisioterapia no Estado de São Paulo”. A programação completa pode ser acessada no site https://fisio21anos.faiufscar.com/.

O evento é aberto a todos os interessados e as inscrições devem ser feitas pela Internet. Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail eventosppgftufscar@gmail.com.

PPGFt

A área de concentração do PPGFt é Fisioterapia e Desempenho Funcional, com cinco linhas de pesquisa – Função motora e análise biomecânica do movimento; Processo básicos, desenvolvimento e recuperação funcional; Fisioterapia cardiovascular, respiratória, fisiologia do exercício e desempenho funcional; Recursos fisioterapêuticos da dor, reparo tecidual e desempenho funcional; e Saúde do idoso.

Atualmente, o Programa conta com 28 docentes permanentes, três docentes colaboradores e dois professores visitantes. São cerca de 150 pesquisadores (alunos de mestrado e doutorado) que realizam suas pesquisas em uma estrutura qualificada e adequada para o desenvolvimento de estudos nas diversas áreas de atuação da Fisioterapia. O Programa possui 20 laboratórios equipados com alta tecnologia que também ficam disponíveis para pesquisadores de outros programas de pós-graduação da UFSCar e também de outras instituições.

Mais um destaque do PPGFt é o processo de internacionalização promovido por meio de parcerias com instituições estrangeiras. Além de receber frequentemente pesquisadores de várias partes do mundo para participar de pesquisas ou ministrar disciplinas nos cursos de mestrado e doutorado, o Programa mantém convênios com instituições internacionais que possibilitam o intercâmbio de alunos e docentes.

O Programa já recebeu dois Prêmios Capes de Tese – edições 2014 e 2015 -, que é outorgado anualmente em reconhecimento às melhores teses de doutorado aprovadas nos cursos de pós-graduação, em cada uma das 48 áreas do conhecimento. Além disso, no PPGFt é produzido o Brasilian Journal Physical Therapy, principal periódico científico na área de Fisioterapia do Brasil. A publicação conta com docentes do Programa como editores-chefes e integrantes do corpo editorial da Revista.

Para mais informações sobre o Programa de Pós-Graduação em Fisioterapia da UFSCar, acesse o site www.ppgft.ufscar.br.